95945 - Pingente de Nossa Senhora de Fátima em prata 950 - Medidas aproximadas: Diâmetro 25mm - Peso 6,000g
Magia das Joias
Product ID: 6691
Product SKU: 6691
New In stock />
Pingente de Nossa Senhora de Fátima - 95943

Pingente de Nossa Senhora de Fátima - 95943

Marca: Magia das Joias
Disponibilidade: Imediata
Referência: 95943
aguarde, carregando preço...
 
Simulador de Frete
- Calcular frete

Eu acredito em milagre.

 

Nossas joias em prata com imagens sagradas foram feitas com todo respeito que se possa oferecer.

 

A religiosidade esta presente em diversas comunidades, a missão é o bem-estar e a comunhão entre os homens.

 

Descrição: 95945 - Pingente de Nossa Senhora de Fátima em prata 950

Medidas Aproximadas: Diâmetro 25mm - Peso 6,000g

Material: Prata 950 no processo de fundição ou banho de ouro sobre latão.

Garantia: 3 (três) meses para defeitos de fabricação.

Acompanha uma mini bolsa para transporte e uma flanelinha especial para limpeza/brilho.

 

A Magia das Joias é fabricante brasileira de peças temáticas em prata 950 e folheadas em ouro 18k.

 

Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.

Características



    Nossa Senhora de Fátima - Em 13 de Maio de 1917, as crianças Lúcia, Francisco e Jacinta brincavam numa localidade chamada Cova da Iria, em Fátima, cidade portuguesa na região central do país, quando observaram dois clarões como de relâmpagos e viram, sobre a copa de uma pequena árvore chamada azinheira, uma Senhora de beleza incomparável, vestida de branco e irradiando luz. Sua face bela não era nem alegre nem triste, mas séria com ar de suave censura. As mãos juntas como se estivesse rezando, apoiadas no peito, e voltadas para cima. Da sua mão direita pendia um rosário. As vestes pareciam feitas de luz. A túnica e o manto eram brancos com bordas douradas, que cobria a cabeça e lhe descia até os pés. A aparição aconteceu por seis vezes e foi presenciada por muitas pessoas e numerosas testemunhas que estavam fora do local das aparições, até a 40 quilômetros de distância. O jornal “O Século” de grande circulação em Portugal na época, publicou uma grande reportagem sobre esse acontecimento.